• RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter

keaton

Com a questão da falta de representatividade oriunda da falta de atores negros indicados nas principais categorias, o Oscar 2016 rendeu alguns momentos engraçados nas mão de Chris Rock. O discurso da presidente da Academia de Artes e Ciências CinematográficasCheryl Boone Isaacs, expressou essa frustração e algumas medida tomadas pela Academia só reforçam a cobrança em cima dos estúdios em escalar atores negros (na verdade não-brancos).
Alguns bons discursos, como o de Iñárritu, Leonardo DiCaprio, Sharmeen Obaid-Chinoy e do grande maestro Ennio Morricone. Muitas estatuetas para Mad Max, o terceiro Oscar seguido de melhor fotografia para Lubezki. Porém algumas surpresas, como o Oscar de melhor ator coadjuvante indo parar nas mãos de Mark Rylance, ao invés de Sylvester Stallone, como se esperava,  a desanimada e sem energia "Writing’s On The Wall" levando melhor canção original, o que surpreendeu até o cantor Sam Smith. Uma surpresa interessante é a estatueta de efeitos especiais ser dada ao ótimo e pouco assistido "Ex Machina", o que serve para valorizar o filme e as produções menores mas competentes como um todo. Pena que isso não se refletiu na premiação de melhor animação, tendo o filme de Alê Abreu, "O Menino e o Mundo", perdido para "Divertidamente". Mas a melhor surpresa foi a consagração de "Spotlight: Segredos Revelados", quando o Oscar de melhor filme parecia ir certo para "O Regresso". Obviamente isso não reflete nenhuma coerência com os prêmio de diretor, ator e fotografia, mas numa cerimônia marcada pela falta de diversidade, coerência não deve ser mesmo o forte da Academia.



GTY_chris_rock_as_160228_12x5_1600

FILME: "Spotlight: Segredos Revelados"

DIRETOR: "O Regresso", Alejandro G. Iñárritu

ATOR: Leonardo DiCaprio, "O Regresso"

ATRIZ: Brie Larson, "O Quarto de Jack"

ATOR COADJUVANTE: Mark Rylance, "Ponte dos Espiões"

ATRIZ COADJUVANTE: Alicia Vikander, "A Garota Dinamarquesa"

FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: "O Filho de Saul" (Hungria)

ROTEIRO ORIGINAL:“Spotlight”, Josh Singer e Tom McCarthy

ROTEIRO ADAPTADO: “A Grande Aposta”, Charles Randolph and Adam McKay

ANIMAÇÃO: “Divertidamente”, Pete Docter e Jonas Rivera

DOCUMENTÁRIO EM LONGA METRAGEM: “Amy”, Asif Kapadia e James Gay-Rees

DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM: “A Girl in the River: The Price of Forgiveness”, Sharmeen Obaid-Chinoy

FOTOGRAFIA: “O Regresso”, Emmanuel Lubezki

EDIÇÃO: “Mad Max: Estrada da Fúria", Margaret Sixel

TRILHA SONORA ORIGINAL: “Os Oito Odiados”, Ennio Morricone

CANÇÃO ORIGINAL: “Writing’s On The Wall”, de “Spectre”, música e letra por Jimmy Napes e Sam Smith

EFEITOS VISUAIS:"Ex-Machina"

EDIÇÃO DE SOM: “Mad Max: Estrada da Fúria”, Mark Mangini e David White

MIXAGEM DE SOM: “Mad Max: Estrada da Fúria”, Chris Jenkins, Gregg Rudloff e Ben Osmo

CURTA-METRAGEM: “Stutterer”, Benjamin Cleary e Serena Armitage

CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO: “Bear Story”, Gabriel Osorio e Pato Escala

FIGURINO: “Mad Max: Estrada da Fúria”, Jenny Beavan

DIREÇÃO DE ARTE: "Mad Max: Estrada da Fúria"

MAQUIAGEM E CABELO: “Mad Max: Estrada da Fúria” Lesley Vanderwalt, Elka Wardega e Damian Martin

0 Amantes do cultcomentario até agora.

Postar um comentário