• RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
sábado, 2 de maio de 2015 às 17:05 Postado por Gustavo Jacondino 0 Comments


O filme é como o seu último frame: desfocado. Com um câmera tremida, montado à base de cortes secos e jump cuts, o filme tem a premissa da moça que encontra um dinheiro dentro de um objeto que compra para o seu quarto.
Descobrimos quem é a moça, o que ela faz, a amizade construída com uma senhora idosa, sua relação com a amiga. Algumas soluções novelescas a parte, os personagens são arquétipos de filmes independentes. É um filme sobre personagens solitários? Pode ser. Mas a visão do diretor Sean Baker nesse longa é a de quem capta momentos de passagem, sem se envolver muito. É o que fica com o espectador, um enredo insípido, que não envolve, não se justifica, com um desfecho que deveria sugerir algum sentimento, mas que soa anacrônico diante do desleixo da narrativa.

Diretor: Sean Baker.

Argumento: Sean Baker e Chris Bergoch.

Elenco: Dree Hemingway, Besedka Johnson, James Ransone, Dean Andre, Asa Akira, Cesar Garcia.

0 Amantes do cultcomentario até agora.

Postar um comentário