• RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
quinta-feira, 4 de agosto de 2016 às 10:52 Postado por Gustavo Jacondino 0 Comments



O vídeo abaixo propõe revisitar a carreira do diretor norte-americano Terrence Malick propondo que no início da carreira ("Terra de Ninguém", "Cinzas do paraíso") o diretor tinha apreciação visual pelo fogo, representando as transformações sofridas pelos seus personagens ao longo da narrativa, e posteriormente ("Além da Linha Vermelha", "O Novo Mundo", "A Árvore da Vida" e "Amor Pleno"), essas transformação passaram a ser representadas pelo elemento água.

Se num primeiro momento seus filmes representavam a destruição e como reflexo das mudanças sofridas na cultura e no cinema dos anos 70, a representação de suas histórias nos anos 2000 passa a ser da renovação,do purgar e de uma espécie da retorno às origens, num mundo pós moderno, globalizado e altamente influenciado pela ciência e pela cultura religiosa acumulada ao longa de nossa história.

Diretor instigante, Malick sempre propõe reflexões ousadas em cada um de seus filmes. Confira a baixo o vídeo e compilado ao som de River de Alexandre Desplat, um dos temas de "A Árvore da Vida" e que traz belas imagens da filmografia do diretor.




Também é fã dos filmes de Terrence Malick? Deixe sua opinião nos comentários.

0 Amantes do cultcomentario até agora.

Postar um comentário