• RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
domingo, 23 de março de 2014 às 11:31 Postado por Gustavo Jacondino 0 Comments

Selma Jezkova (Björk) é uma mãe-solteira tcheca que foi morar nos Estados Unidos. Ela tem uma doença hereditária que a faz perder a visão, algo que também deverá acontecer um dia a seu filho Gene (Vladan Kostig), um garoto de doze anos. Entretanto, em virtude de saber que existem médicos nos Estados Unidos que podem operar seu filho isto foi o suficiente para fazê-la imigrar para o país. Ela trabalha muito duro e guarda tudo o que ganha para a cirurgia do filho. Bill (David Morse) e Linda (Cara Seymour), seus vizinhos, juntamente com Kathy (Catherine Deneuve), uma colega de fábrica, a ajudam no que é possível, mas quando Bill se vê em dificuldades financeiras rouba o dinheiro que Selma tinha economizado duramente. Este roubo é o ponto de partida para trágicos acontecimentos.


Imagem

Lars Von Trier nos provoca em seu “Dançando no Escuro”.  Ao criar o movimento Dogma 95 junto com Thomas Vinterberg, Von Trier buscou através da destruição do caráter de autor de filmes e da manipulação da montagem chegar num cinema limpo, num cinema que filmasse a “verdade”, ou melhor, algo muito próximo de uma realidade.

domingo, 16 de março de 2014 às 15:35 Postado por Gustavo Jacondino 0 Comments

O filme aborda a situação de dois povos sofrendo em uma época pós ataques de 11 de setembro. Um árabe detido em Nova York e uma americana detida na China, estudando os direitos humanos contra a segurança nacional.


Imagem

domingo, 2 de março de 2014 às 21:27 Postado por Gustavo Jacondino 0 Comments



Imagem


Numa edição que ficou marcada pelo selfie acima, além de contar com uma homenagem aos grandes nomes do cinema que faleceram (entre eles o brasileiro Eduardo Coutinho), não poderia ser diferente, "12 anos de escravidão" ganha melhor filme, porém "Ela" fatura merecidamente melhor roteiro e Cuáron melhor diretor.